Tira dúvidas – Aparelho Lingual, a Ortodontia Invisível

lingual-braces-ortho3Muitos pacientes tem diversas dúvidas com relação tanto a Ortodontia Lingual, como ao uso do aparelho em si, bem como se desenvolve o tratamento do mesmo em sua boca. Pensando nisso fizemos um tira-dúvidas, com relação à sua utilização:

 

1. Com o aparelho lingual é possível atingir os mesmos resultados de um aparelho ortodôntico convencional?

A ortodontia lingual é uma técnica com mais de 40 anos de existência, com um aparelho já testado e com vários casos concluídos, todos os resultados desse aparelho são semelhantes ao do convencional.

2. O aparelho lingual machuca muito a língua, pelo menos no começo?

Em pesquisas recentes, foi identificado que o Aparelho Lingual machuca em menos pontos a mucosa oral (região de lingua e bochecha) que o aparelho convencional. Na prática diária, confirmamos essa pesquisa, com poucas ocorrências com relação a úlceras, porém existe uma fase de adaptação, que é comum a todos os aparelhos fixos, tanto o Lingual como o convencional, onde o paciente sofrerá um pouco mais, porém essa etapa é passageira, e em sua maioria dos casos termina em 15 a 30 dias.

3. O aparelho lingual prejudica a fala?

Assim como alguns aparatos do aparelho fixo convencional (como barras, platôs, botões de nance, disjuntores, etc), o aparelho lingual pode ocasionar alguma alteração na soletração de alguns fonemas, porém na maioria dos casos, em cerca de 15 a 30 dias, a língua se adapta a nova posição, o que ocasiona em uma regularização da voz. É comum os exemplos de atores, radialistas e cantores que utilizaram o aparelho, e não tiveram problemas no desenvolvimento de sua voz e profissão.

4. O aparelho lingual complica a higienização?

Por ser colado mais cervical (proximo da gengiva), e pela superfície de contato dos dentes estarem mais na parte vestibular, o aparelho lingual tem uma maior facilidade de higiene que o aparelho fixo convencional. Porém devido a esses braquetes serem colados mais cervicais, ocasiona em uma maior regularidade de limpezas no consultório odontológico. Alguns profissionais recomendam o jateamento de bicarbonato (limpeza) de 3 em 3 meses, e até mensal. Porém tudo isso deve ser conversado com o dentista antes da consulta, para ele saber a sua real necessidade.

5. Há alguma restrição de idade para o uso do aparelho lingual?

Não existe restrição para a utilização do aparelho lingual, todas as idades estão indicadas, desde que se tenha a exigência estética para com o tratamento.

6. Com esse aparelho acontecerá mais quebras, e visitas ao dentista?

Não, o aparelho lingual é colado com um dos adesivos mais fortes do mercado, o que é um diferencial na sua capacidade de adesão. Com relação às visitas, essas acontecem no mesmo quantitativo da Ortodontia Convencional, não sendo modificado a rotina de atendimento no consultório odontológico.

7. Eu conseguirei ter uma maior percepção do desenvolvimento do tratamento com esse aparelho?

Sim, com o aparelho lingual a percepção do desenvolvimento do tratamento é bem maior do que com o aparelho convencional, pelo simples fato de que, como você não terá nenhum artefato colado nos dentes, se perceberá qualquer movimentação feita com o aparelho, diferente do convencional, que por ter vários aparatos colados nos dentes, se fica a visualização prejudicada, não sendo tão perceptiva algumas mudanças.

8. Eu conseguirei realizar procedimentos estéticos, como o clareamento, com esse aparelho?

Essa é outra grande vantagem do aparelho Lingual. Como ele não tem nada colado nos dentes, procedimentos estéticos, como troca de cor de restaurações, e clareamento é totalmente indicado durante o tratamento, sendo com grande frequência a utilização desse procedimento aos pacientes que fazem uso desse aparelho.

9. Pratico esportes de luta, ou mesmo de contato físico, terei algum problema na utilização desse aparelho?

Uma reportagem do Globo.com, quando do início da carreira do atacante Neymar, ilustra bem essa condição de utilização do aparelho, pois o atacante utilizava aparelho convencional, e teve que sair de campo por conta de um trauma que sofreu na boca. Tempos depois o jogador fez a troca do aparelho convencional pelo Lingual, e colocou aquilo como uma traquilidade para ele, que não sofreria mais essas injúrias. Portanto como a região de contato fica pela parte da frente dos dentes, se essa região estiver lisa, os pequenos traumas não ocorrerão úlceras na mucosa, diferente do aparelho convencional, onde isso é um complicador.

10. O material que é feito o braquete é diferente do convencional? Isso quer dizer que o custo será o mesmo?

O material que é feito o braquete Lingual é o mesmo do convencional (liga metálica), porém isso não implica num tratamento de custo semelhante, pelo fato de a montagem do aparelho lingual ser feita em laboratório, isso implica em um tempo maior para uma customização do aparelho, além de terceirização de serviços, aumentando assim um pouco o custo do tratamento. Já as manutenções, por o aparelho está colado por dentro, isso ocasiona em uma maior dificuldade para o operador, podendo gerar alguns custos adicionais. Dessa forma o custo geralmente é um pouco maior que do aparelho convencional.

11. Tenho um evento muito importante (ex: Casamento), e gostaria de realizar o tratamento ortodôntico, preciso tirar o aparelho antes do evento, e colocá-lo novamente após o evento?

Para esse caso, o aparelho lingual está totalmente indicado, uma vez que quando do evento o aparelho não aparecerá em fotos ou filmagens, diferente do aparelho convencional, que se faz necessário a remoção do mesmo, e a recolocação após o evento, atrasando assim o tratamento, e causando desmotivações diversas no paciente.

Acreditamos que a Ortodontia Lingual é hoje uma ciência em plena expansão, e a utilização desses aparelhos um up-grade em termos de tratamento para os pacientes, que podem realizar um tratamento estético, sem que muitos percebam a utilização de aparatos. Essa Ortodontia, que cresce a cada dia, é uma opção de tratamento para aqueles que querem um tratamento diferenciado, mantendo a sua estética, e beleza do sorriso durante o tempo de utilização do aparelho, uma revolução nos tratamentos Ortodônticos.

Os protetores bucais são somente para atletas profissionais?

protetor branco.001Uma coisa que muitos pacientes perguntam é sobre se os protetores bucais devem ser utilizados somente por atletas profissionais, ou por todos aqueles que praticam atividades esportivas que tem contato físico? Afirmo com toda a certeza que a indicação para a utilização dos protetores pode ser para todos os praticantes desses esportes, mesmo que ocasionalmente.

Esses aparelhos tem como a função proteger contra possíveis traumas na região bucal, e mesmo que em uma pelada ocasional, de fim de semana, por diversas vezes podem acontecer traumas que venham a produzir lesões permanentes nos praticantes. Muitas mães me perguntam também sobre a utilização de protetores bucais em seus filhos que praticam esportes ainda na fase colegial. Eu sempre afirmo que está totalmente indicado, principalmente naquelas crianças que tem os incisivos superiores mais projetados para frente (pacientes classe II). Nessa situação, uma queda pode ocasionar a avulsão e perda de um elemento dentário, e não é com pouca frequência que isso acontece com os pequeninos.

Outro questionamento que tenho com bastante frequência é quais os esportes que estão indicados a utilização dos protetores. Dividimos basicamente em 3 tipos (os esportes obrigatórios, os esportes com grande necessidade, e os esportes com média necessidade). Dentre os esportes obrigatórios temos aqueles que tem um contato direto da boca com o adversário, e que já tem a sua regulamentação como obrigatória o uso, em alguns países, como por exemplo: Boxe, MMA, lutas que envolvem chutes e socos, Rugby, Futebol Americano e Hoquei. Dentre os esportes com grande necessidade de uso temos os que apesar da utilização não obrigatória, com frequência encontramos lesões em praticantes, como exemplo temos: Polo aquatico, Handeball, Judô, Jiu-Jitsu, dentre os esportes de luta, que não envolvem chutes e socos. Outros esportes que tem lesões com menor frequência, mas não obstantes encontramos situações de risco, também estão indicados a utilização de protetores, principalmente se os praticantes tiverem dentes projetados para frente, como exemplo temos: Futebol e Basquete.

Dessa forma, afirmo, e tenho plena convicção que, para a segurança de todos, é importantíssimo a confecção desses aparelhos, que além de proteger, hoje em dia, com uma personalização podem também ter um quesito a mais para a utilização por parte de não só os atletas profissionais, mas de todos os praticantes de esportes.